Secretaria de Saúde não confirma morte por gripe A, mas suspende aulas 31-Jul-09

Morte de mulher no Hospital São José foi de tuberculose. Mesmo assim, prefeitura prorroga início de aulas e cursos no município


Morte de mulher no Hospital São José foi de tuberculose. Mesmo assim, prefeitura prorroga início de aulas e cursos no município

Em isolamento no Hospital São José, uma mulher de aproximadamente 43 anos, internada há alguns dias, morreu ontem. Fontes de dentro do Hospital garantiram ao PautaSJP que se tratava de mais uma vítima da Influenza A (H1N1). A informação, no entanto, não foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde, que acusou a morte por tuberculose.

Mesmo sem óbitos causados pela nova gripe - e com números ainda não divulgados de casos suspeitos - a Prefeitura decidiu adiar o início das aulas na Rede Municipal de Ensino e nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

O retorno de alunos e professores foi prorrogado para 17 de agosto, como medida de prevenção à expansão da gripe A no município. “Conforme a recomendação técnica da Vigilância Epidemiológica, a medida visa somar esforços no sentido de que se evite, tanto quanto possível, a aglomeração de pessoas, que juntamente com condições climáticas deste período do ano, é um fator facilitador da transmissão sustentada do vírus de influenza sazonal (gripe comum) e Influenza A (H1N1)”, diz a nota, divulgada na tarde de ontem.

A mesma medida é recomendada, por parte das Secretarias Municipais de Educação e Saúde, aos estabelecimentos da Rede Particular de Ensino.

Seguindo a recomendação, a Secretaria Municipal de Promoção Social também suspenderá temporariamente as atividades nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e na Unidade Operacional Campestre da Faxina, na área rural do município. O retorno está previsto também para dia 17 de agosto. Permanecerão em funcionamento os atendimentos individualizados e informações gerais.

“A Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais está atenta ao desenvolvimento da situação e tomará as providências que se fizerem necessárias em caso de alteração do quadro atual, mantendo informada toda a população”, garante a nota.

Os casos suspeitos da nova gripe estão sendo atendidos inicialmente no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SEMU), na Avenida Rui Barbosa. Ele é o posto municipal de atendimento referenciado para doença, que já tem seis casos confirmados na cidade.

[PautaSJP.com – jornalista Mauren Lucrecia]